Navegar para Cima

Notícias

Redes fortalecem a atuação regional

Redes de Centros de Memória, de Espiritualidade, Coração Solidário e das Universidades potencializam as sinergias na Região
30/10/2019
Institucional
Redes de Centros de Memória, de Espiritualidade, Coração Solidário e das Universidades potencializam as sinergias na Região

​​​Antes mesmo da fundação da Região América Sul, foram constituídos grupos de trabalho para atender ao pedido do Instituto Marista de uma atuação cada vez mais conectada e global. Essas equipes são conhecidas como Redes e possuem integrantes de diferentes Unidades Administrativas e Regiões. 

Desde abril, quando ocorreu o primeiro encontro com todas as iniciativas estratégicas da Região América Sul, em Mendes, foi estabelecido que as Redes seriam assumidas como um pilar fundamental da caminhada regional. Na ocasião, o Secretário Executivo da Região América Sul, Ir. Alberto Aparício, ressaltou que o diálogo entre as redes e as iniciativas regionais precisa ser mais intenso. “É necessário fortalecer mais o trabalho das redes, ter uma capacidade de planejamento e utilizar sua experiência nas obras regionais em cada Província”, disse. 

Atualmente, são quatro grupos – Rede de Centros de Memória, Rede Interamericana de Espiritualidade, Rede Coração Solidário e Rede Marista Internacional de Educação Superior. Confira um breve resumo do trabalho e da atuação de cada uma delas:

Rede Interamericana de Espiritualidade Marista

Criada em 1996, tem o objetivo de fomentar e apoiar a criação de equipes que promovam a espiritualidade marista nas Unidades Administrativas das Américas. A cada três anos, o grupo aprofunda temas para serem trabalhados. Em julho de 2019, os componentes discutiram as estratégias de trabalho para os próximos dois anos. Entre as iniciativas, destacam-se o levantamento de nome dos animadores e/ou responsáveis pela área de espiritualidade nas unidades maristas da Região América Sul e da Região Arco Norte. Também foi acordado o mapeamento de boas iniciativas que vem sendo desenvolvidas e vivenciadas nas diversas instâncias de animação e missão provinciais.

Rede de Centros de Memória

Organizada em 2015, surgiu como uma iniciativa vinculada ao Brasil Marista com o objetivo de integrar os conceitos e práticas relacionadas à preservação das memórias maristas. Desde aquele momento, a proposta da Rede é reunir os conhecimentos das três áreas de memória: arquivos, bibliotecas e museus. Com o avanço dos trabalhos, o grupo percebeu a oportunidade em integrar-se às outras Unidades Administrativas da América do Sul e, assim, fortalecer esses estudos para pensar estratégias conjuntas de preservação dos bens históricos materiais e imateriais da instituição. 

Hoje, a Rede de Centros de Memória busca qualificar a gestão dos acervos culturais e espirituais, aperfeiçoando o registro das histórias locais, em vista da preservação, valorização e difusão do legado marista em diferentes partes do mundo. Conforme relata Simone Monteiro, representante da Província Marista Brasil Sul-Amazônia no grupo, atualmente a Rede está em um momento de consolidação da atuação regional. “Hoje buscamos uma organização para sensibilizar a comunidade sobre a importância de práticas que promovam a preservação dessas memórias”, conta.  

Rede Coração Solidário 

A Rede Coração Solidário teve a sua estrutura reorganizada, abrangendo o tema da solidariedade e da prevenção e cuidado dos direitos das crianças. Com o objetivo de atuar como uma rede de redes, atualmente está articulando com as diversas iniciativas existentes relacionada à temática nas cinco Unidades Administrativas da Região. ​

Rede Marista de Instituições de Educação Superior (IES)

Desde 2004, busca criar conexões multidirecionais e integração entre as instituições de educação superior maristas. Em abril deste ano, foi realizada a VIII Assembleia da Rede, em Lima, que reuniu cerca de 27 representantes de IES de todo o mundo. Na ocasião, o Comitê Executivo foi reestruturado e hoje atua também com olhar mais próximo da Região América Sul.

Atualmente, estão sendo articuladas estratégias para promover a troca de conhecimentos e práticas entre estudantes, professores e colaboradores. Essas propostas serão encaminhadas para aprovação em 2021, durante a IV Assembleia, que ocorrerá na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, no Brasil.