Navegar para Cima

Notícias

Projeto mobiliza a escuta de grupos de crianças e jovens

08/04/2021
Institucional
Acolher anseios de crianças e jovens faz parte do carisma marista desde a fundação do Instituto

As crianças, adolescentes e jovens estão no centro da missão Marista. Quando nosso fundador São Marcelino Champagnat escutou e foi sensível a dor e sofrimento do jovem Montagne, estabeleceu-se ali uma grande prioridade o Instituto Marista: tornar Jesus Cristo reconhecido e amado por meio da educação. 

É com essa motivação que vem das origens institucionais e, também, inspirado pelos 30 anos de criação da Convenção sobre os Direitos das Crianças, que o Instituto Marista lançou o projeto Levante-se, Fale & Participe. O objetivo central da iniciativa é mobilizar grupos de crianças e jovens de todo o mundo marista para contribuir na elaboração de um documento que defina critérios e sugira linhas de ação para promover a escuta de todos eles pelo Instituto (em diferentes níveis), assim como para incentivar sua participação e capacitação. 

“Nós queremos gerar um documento com orientações sobre ações práticas e mudanças que possibilite o fortalecimento da escuta das crianças e dos jovens. Estamos muito felizes em saber que o Brasil Marista está engajado nesse projeto e nos próximos dias vai fazer grupos focais com as crianças e jovens para saber qual a percepção e opinião deles sobre esse documento”, explica o responsável pela condução do projeto no Instituto Marista, Ir. Carlos Alberto Rojas. 


Importante: As imagens deste vídeo foram gravadas antes da pandemia 

​Realização do projeto na Rede Marista 

De acordo com Jacqueline Camillo, integrante da Assessoria de Proteção à Criança e ao Adolescente da Rede Marista e representante institucional que vem atuando diretamente na condução do projeto, trata-se de um projeto audacioso e pioneiro. “Ficamos muito felizes de participar. É necessário que em nossos espaços tenhamos e criemos a cultura da participação infanto-juvenil, já que nossa atuação e missão é a serviço deles”, ressalta. Jacqueline lembra da fala do Irmão Carlos Alberto Rojas, que está à frente do projeto no Instituto: “agora é a hora de as crianças se levantarem, falarem, e participarem, indo na contramão do que muitas vezes escutam em sala de aula: senta-te, cala-te, e espera! 

A promoção da participação de crianças e jovens nas diferentes unidades maristas não se pode gerar no vazio. É necessário apropriar-se de recursos teóricos e metodológicos que orientem a prática dos educadores e colaboradores maristas. Pensando nesse aspecto, o projeto será conduzido da seguinte forma: formação com os educadores e, posteriormente, escuta aos estudantes e educandos. 

No dia 24 de março foi realizado o primeiro momento formativo. Participaram cerca de 25 educadores dos Colégios e Unidades Sociais que foram escolhidas para as escutas e mais os integrantes do Grupo de Trabalho (GT) do projeto na Rede e do Grupo de Referência (GR) junto à Umbrasil.  

O encontro online teve como pauta o funcionamento do Levante-se, Fale & Participe e os princípios do direito à participação das crianças, adolescente e jovens. A formação foi conduzida pela colaboradora da Gerência Social da Rede Marista, Lúcia Flesch. O momento também contou com uma mensagem enviada pelo Irmão Carlos Alberto Rojas, encarregado do Projeto no Instituto Marista, em Roma. Confira o vídeo:   

 ​​

Escutas aos interlocutores do projeto 

Como bem ressaltado pelo projeto, a participação infantil e juvenil é considerada como um direito básico, pois o expressar-se e tomar parte ativa em nossa realidade imediata é parte substantiva na construção de sociedades democráticas; ele demanda as e aos cidadãos escutar diversos pontos de vista, uma tomada de decisões responsável, posicionar-nos criticamente em nossa sociedade.  

A escuta é uma fase muito importante dos processos participativos e está no coração do carisma marista desde sua fundação. Em razão do momento pandêmico, apenas algumas unidades serão envolvidas nas escutas, respeitando as formas de organização impostas por conta da situação do bandeiramento aplicado pelos Decretos Estaduais e Municipais.  

Em toda a Rede Marista, serão escutadas até 90 crianças de 6 a 12 anos. Representado os Colégios participarãoMarista Aparecida (Bento Gonçalves), Marista Graças (Viamão), Marista João Paulo II (Brasília), Marista Rosário (Porto Alegre), Marista Santo Ângelo (Santo Ângelo)Marista Santo Antônio (Sinop)Marista São Pedro (Porto Alegre), e pelas Unidades Sociais serão ouvidos os educandos e estudantes das seguintes unidades: Centro Social Marista Boa Esperança (Santa Cruz do Sul)Centro Social Marista Irmão Antônio Bortolini (Porto Alegre), Centro Social Marista da Juventude (Porto Alegre)Centro Social Marista Santa Isabel (Porto Alegre) e a Escola Marista Santa Marta (Santa Maria). 

A previsão é que esses momentos de escuta sigam durante mês de abril. ​