Navegar para Cima

Notícias

Projeto do Centro de Espiritualidade e Memória Marista é apresentado em Bom Princípio

Cerimônia divulga iniciativa que propõe contar a história marista no sul do Brasil
15/03/2019
Institucional
Cerimônia divulga iniciativa que propõe contar a história marista no sul do Brasil

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​Na noite de ontem, 14/3, foi realizada a cerimônia de apresentação oficial do projeto de reestruturação do prédio do Centro de Espiritualidade e Memória Marista, às 19h30, no Centro Educacional Marista de Bom Princípio (RS). O evento contou com a presença de lideranças, Irmãos, Leigos, Leigas e colaboradores da Rede Marista​, além de autoridades da cidade e convidados. O início das obras está previsto para o primeiro semestre de 2019 e propõe a revitalização do prédio histórico, localizado próximo à ERS-122.

​A cerimônia  iniciou com a fala do diretor do Centro, Ir. Genuino Benini. Logo após, Michele Raimann, diretora da Maena Designconecta, responsável pelo projeto arquitetônico da obra, apresentou o modelo das estruturas internas e externas previstas para o novo prédio. Em seguida, o Ir. Onorino Moresco, Vice-Provincial da Província Marista Brasil Sul-Amazônia, fez um agradecimento, relembrando a trajetória da missão marista na cidade e a importância daquele momento para a comunidade e para a instituição. “A preservação dos bens históricos, tanto materiais, quanto imateriais, tem enorme relevância para uma instituição como a Rede Marista", afirmou. “O Centro de Espiritualidade e Memória Marista é resultado desses esforços e faz parte de um conjunto de ações para valorizar e compartilhar a memória marista entre Irmãos, Leigos, Leigas, colaboradores, estudantes, educandos e toda comunidade.

A programação foi encerrada com a benção do Pe. Júlio Inácio Bergann, vigário da Paróquia Nossa Senhora da Purificação de Bom Princípio, em sinal de entrega do projeto à Maria.

Acervo histórico e espaço acolhedor

O objetivo da iniciativa é construir um espaço que preserve a memória e promova experiências a partir do legado marista ao longo dos 119 anos de atuação na região. A revitalização do prédio e a proposta dos novos ambientes está consolidada em quatro dimensões: pesquisa e aprofundamento, valorização do legado histórico, formação e vivência e comunicação dos fundamentos da espiritualidade e memória marista.

​​​ Texto auxiliar da imagem

Ir. Genuíno Benini, diretor do Centro de Espiritualidade e Memória Marista, abriu a apresentação

Conforme relatou Ir. Genuino, o Centro foi pensado para ser um ambiente de partilha e valorização da memória da comunidade de Bom Princípio. “Toda a história deve ser preservada e estar à disposição para ser consultada, recordada e para enriquecer a cultura", declarou. “Escolhemos esse local, a cidade de Bom Princípio, pois foi onde chegaram os primeiros Irmãos Maristas, vindos da França, em 2 de agosto de 1900". Para Michele, que articulou as demadas arquitetônicas, a reestruturação não visa apenas uma ampliação de espaços para o acervo. “Não estamos projetando só lugares, mas sim um espaço de experiência transformadora para todas as pessoas", afirmou.

O prefeito da cidade, Sr. Fabio Persch, esteve presente na solenidade e afirmou que a iniciativa está alinhada com os planos de revitalização da cidade. “São projetos de grande importância para os moradores de Bom Princípio e também para toda a região do Vale do Caí". Ele ainda declarou que as obras previstas para o espaço marista são propostas inovadoras para a região. “Sabemos que vai ser um projeto muito ousado e audacioso, mas está de acordo com o que os maristas sempre buscaram proporcionar para a população. Nós somos muito agradecidos por termos sido escolhidos como a cidade pioneira", concluiu.

​​​ Texto auxiliar da imagem

Da esquerda para direita: Tiago Backes, secretário da fazenda de Bom Príncipio; Tânia Braumgratz, dirigente cultural de Bom Princípio; Ir. Genuíno Benini, diretor do Centro de Espiritualidade e Memória Marista; Fábio Persch, prefeito de Bom Princípio; Adriano Artus, vice-presidente da Câmara de Bom Princípio; 


Berço da missão marista no Rio Grande do Sul 

Bom Princípio foi escolhida como local para receber o projeto pois marca o início desta presença. Em 1900, três Irmãos franceses chegaram na cidade, depois de 45 dias de viagem desde a Europa. Vinham com a missão de qualificar a educação naquela região, com a instalação de uma Escola Católica – que começou a funcionar já nos primeiros dias após a chegada.

De acordo com o vigário, Pe. Bergmann, a chegada dos Irmãos na região foi um fato histórico que contribuiu ​​para a religiosidade local. “Esse trabalho conjunto dos Irmãos, da comunidade e da Igreja Católica foi muito importante para preservar a memória da cidade e o contato com a Igreja".  Ele afirma que além da valorização histórica, a proposta do novo espaço fortalece uma maior aproximação com a espiritualidade. “Penso ainda que esses espaços proporci​onam um momento para retiro, para meditação, para um encontro com Deus".

As mudanças na arquitetura do prédio foram pensadas de forma a ressaltar a importância da edificação, construída no início do século XX. Com a reformulação, o Centro de Espiritualidade e Memória Marista estará aberto à comunidade local e aos turistas que passam pela região.


Confira abaixo as imagens do projeto e das fotos da cerimônia de apresentação