Navigate Up

Notícias

Participantes da Assembleia Provincial entregam carta manifesto aos Irmãos Capitulares

01/11/2021
Institucional
A 1ª Assembleia Provincial de Missão Marista reuniu mais de 130 pessoas

​​​​A 1ª Assembleia Provincial de Missão Marista, realizada de 26 a 29 de outubro, reuniu mais de 130 Irmãos maristas, Leigos/as, colaboradores/as e jovens para refletir sobre o futuro da instituição e propor prioridades para o próximo ciclo de gestão. Após quatro dias de formações, discussões e partilhas, os representantes produziram uma carta manifesto com a síntese de todas as proposições e entregaram para a comissão preparatória do 3º Capítulo Provincial, o principal evento deliberativo dos Irmãos Maristas que define os enfoques de trabalho da instituição nos próximos três anos. 

Em sua fala de abertura, o Irmão Inacio Etges, presidente da Rede Marista, destacou que participar da Assembleia é uma graça e uma bênção, pois é parte fundamental da definição estratégica para o próximo Triênio. “Trabalhamos em um projeto que não é nosso, que é de Deus, e Deus espera que sejamos seus colaboradores. A missão está posta, somos chamados a colaborar promovendo a vida, cuidando da casa comum e sendo profetas da esperança, com ousadia, discernimento, corresponsabilidade e propósito comum”, reforçou Etges. 

imagem_2021-11-01_162118.png

A programação da Assembleia contou com quatro painéis formativos que abordaram os seguintes temas:  Missão Marista no mundo: avanços, desafios e possibilidadesO cenário da Igreja no mundo, segundo o pontificado do Papa FranciscoO protagonismo dos jovens na missão marista; e A missão marista em nossa Província/RedeTodos os painéis foram ministrados por convidados que apresentaram dados e informações importantes sobre cada uma das temáticas. 

Para a fraterna do Movimento Champagnat da Família Marista, Cláudia Sperb Machado, todas as formações foram relevantes para trazer novos olhares e motivações para a atuação marista. “A realidade dos povos indígenas, dos imigrantes, dos pobres, das infâncias e juventudes, a diversidade, a interculturalidade, a região amazônica... Tudo instigou e levou a pensar em como podemos, como ‘maristas em saída’, sermos mais samaritanos, promotores da vida em todas as circunstâncias. Me senti muito desafiada e entusiasmada para ousar a vida com esperança a partir da minha condição laical e, junto com todos os maristas de Champagnat, dar respostas às necessidades que nos foram apresentadas de forma mais coerente com o Evangelho”, avaliou. 

Diferentes olhares e vozes da missão marista 

A Assembleia Provincial de Missão Marista iniciou meses antes do evento realizado em outubro. Desde agosto, todos os espaços de atuação da instituição realizaram momentos de escuta com seus colaboradores/interlocutores e, Irmãos Maristas e gestores, també​m responderam à pesquisa de avaliação do Triênio 2019-2021. O resultado dessas partilhas foi analisado pela Comissão Preparatória da Assembleia e compilado em um relatório com a contribuição dos pesquisadores do Observatório Juventudes PUCRS/Rede Marista. Os pontos mais relevantes apresentados nas duas pesquisas são: dimensão social; sinergia; atuação conjunta de Leigos/as e Irmãos; cultura e arte; evangelização na prática; protagonismo; gestão de pessoas; Região Amazônica; e Saúde.   

Para analisar todos esses dados e seguirem com as reflexões propostas nos painéis formativos, os representantes presentes na Assembleia foram divididos em 17 grupos de trabalho. A partir das discussões realizadas nesses fóruns, foi produzida uma carta manifesto com os elementos fundamentais do processo da Assembleia – concepção, atitudes e compromisso; indicação de prioridades no âmbito da Missão para o Triênio 2022-2024; e indicativos para o Plano Estratégico da Rede Marista. A carta foi entregue durante a missa de encerramento da Assembleia Provincial ao Irmão Onorino Moresco, coordenador da Comissão Preparatória do 3º Capítulo Provincial. 

Inspiração por meio da arte 

WhatsApp Image 2021-10-28 at 14.04.04.jpeg 

Diferentes momentos da Assembleia Provincial foram marcantes e inspiradores para os seus participantes. Dentre eles estão as apresentações artísticas e os momentos orantes conduzidos por diferentes espaços de missão marista. Já na abertura do evento, o momento de oração inicial foi conduzido a partir de um vídeo com expressões artísticas de diferentes interlocutores da Rede Marista, com destaque para a música Da cor da Esperança interpretada pelo coral de estudantes do Colégio Marista Santo Ângelo. 

​A abertura da sessão vespertina do dia 26/10 contou com a apresentação de educandas do Centro Social Marista Nossa Senhora Aparecida das Águas. No dia 27/10, foi a vez do Coral Magnificat, do Colégio Marista Santa Maria, e no dia 28/10, o grupo de teatro do Colégio Marista São Luís apresentou um vídeo com a representação de diferentes títulos de Maria e os educadores do Colégio Marista Santo Antônio – Edineia Duarte da Silva Freitas, Lucas Eduardo Vizentin da Silva e Weslley Michaell da Silva Nunes –, cantaram músicas Marianas. No último dia do evento, o Coral da PUCRS apresentou a música Maria, Mãe do Redentor, e um grupo de Irmãos da Casa São José cantou a música Salve Regina. 

Além disso, durante toda a Assembleia, a Equipe de Animação, composta pelos colaboradores  Gustavo Balbinot, Jurema Sausen e Marcos Pehl, realizaram apresentações musicais de motivação e reflexão entre as atividades previstas na programação. 


Ousar o futuro com esperança  

Fechar esse ciclo preparatório ao 3º Capítulo Provincial com os aprendizados da Assembleia Provincial de Missão é uma forma de subsidiar os Irmãos Capitulares para as decisões do futuro da Instituição. “A Assembleia é um momento de sinergia onde juntos vamos trilhar um itinerário enquanto instituição que bebe da mesma fonte”, afirmou o Irmão Manuir Mentges, vice-reitor da PUCRS e Irmão Capitular eleito para o 3º Capítulo Provincial. 

Reunir essa diversidade da missão marista em um mesmo espaço de discussão deve ser visto como uma virtude da instituição, afirmou Fábian Chelkanoff, colaborador marista: “essa ideia de ser aberta para os representantes participarem, dar a sua opinião, escrever um manifesto, tem um significado muito importante que é justamente a valorização da participação de todos. Isso nos deixa muito honrados, e também nos confere uma maior responsabilidade com a missão”, avaliou. 

Representante dos jovens na Assembleia, Adriana Evaldt, integrante do Comitê Juventudes, reforçou a importância de ouvir a voz das juventudes e compreender que esses caminham junto com os Irmãos, Leigos e colaboradores como Família Marista em missão. “Hoje, me reconhecendo como uma jovem marista universitária e pesquisadora, vejo como foi extremamente relevante ter falado em nome das Juventudes Maristas, que estão espalhadas nos mais diversos espaços representativos, como uma forma de contribuir e trazer esse rosto jovem para a Assembleia de Missão”. 

O coordenador da Comissão Preparatória da Assembleia, Irmão Dionísio Rodrigues, reconheceu o trabalho de excelência desenvolvido ao logo de todo o período de preparação e concretização da Assembleia e avaliou que os resultados obtidos  serão muito relevantes para os encaminhamentos que serão dados no Capítulo Provincial. “A Assembleia Provincial de Missão Marista é fruto de todos nós. Construímos juntos e colocamos em prática um dos apelos que tinha sido feito no último Capítulo Provincial e percebemos o quanto todas as reflexões que fizemos aqui foram importantes e fundamentais para a construção do futuro de nossa instituição. Estamos encerrando uma etapa, mas o mais importante está por vir: o nosso testemunho, o que vimos, ouvimos e o que iremos anunciar. Que possamos seguir firmes na missão trabalhando em prol de um mundo mais justo e humano para todos e todas”, finalizou. ​

Assista a transmissão da Celebração de Encerramento da Assembleia: