Navegar para Cima

Voluntariado

Como Funciona

​​​​​Espaços de Missão 

​​​​O Voluntariado Marista pode ser realizado em dois âmbitos, o Provincial – que compreende os estados pertencentes à Província – e o Interprovincial – que abre a possibilidade para pessoas realizarem um voluntariado entre diferentes Províncias, no Brasil ou no exterior.

Confira abaixo mais informações sobre cada um:​

  • Provincial – abrange os estados do Rio Grande do Sul, Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima, Mato Grosso e Distrito Federal. Para os espaços de missão Marista no Rio Grande do Sul e Distrito Federal, o voluntariado é coordenado pelo Serviço de Pastoral de cada unidade. Já nos estados da Região Amazônica a articulação é feita pela Coordenação de Pastoral.

    Contato: voluntariado@maristas.org.br

    O serviço de voluntariado pode ser realizado em entidades cadastradas pela Associação do Voluntariado e da Solidariedade (Avesol) ou outra ONG, colaborando com a promoção da vida e na construção da cultura da solidariedade.

  • Interprovincial – é destinado para pessoas que queiram realizar o voluntariado em outras Províncias Maristas (no Brasil ou do exterior).

    Idade: a partir dos 18 anos.
    Responsável: Coordenação de Pastoral, seguindo as diretrizes do Secretariado Colaboração para a Missão Internacional (CMI).
    Idioma: preferencialmente, o/a voluntário/a deverá ter domínio da língua oficial do país no qual irá realizar a experiência de voluntariado.
    Experiência prévia: orienta-se que o/a voluntário/a já tenha tido experiências de voluntariado.
    Locais: em espaços de missão marista de outras Províncias ou instituições por estas indicadas.

    Para mais informações, entre em contato com a Coordenação de Pastoral pelo e-mail voluntariado@maristas.org.br ​

Modalidades de voluntar​iado

  • ​Grupal – diz respeito à constituição de um grupo que deverá organizar e realizar a experiência de voluntariado como grupo, sendo devidamente acompanhado pelo pastoralista responsável da Unidade Marista. 

  • Individual – quando os/as voluntários/as realizam a experiência individualmente.