Navegar para Cima

Notícias

Um novo começo: nasce a Província Marista Brasil Sul-Amazônia

Fundação da Província Marista Brasil Sul-Amazônia, nova Unidade Administrativa do Instituto Marista
14/12/2015
Institucional
Fundação da Província Marista Brasil Sul-Amazônia, nova Unidade Administrativa do Instituto Marista

Um momento histórico foi vivido na manhã do dia 8 de dezembro, Dia da Imaculada Conceição. A celebração realizada no Santuário Nossa Senhora Medianeira, em Veranópolis, na presença de mais de 200 Irmãos, Leigos (as), lideranças, colaboradores, jovens, familiares e amigos, marcou a fundação da Província Marista Brasil Sul-Amazônia, nova Unidade Administrativa do Instituto Marista, denominação canônica da Rede Marista. Foram redefinidas, assim, as fronteiras de atuação da instituição que passa a abranger, além do Rio Grande do Sul e do Distrito Federal, também a Região Amazônica. Na ocasião foi reconduzido ao cargo de Provincial, o Irmão Inacio Etges.

A celebração foi elaborada para que cada detalhe materializasse a unidade e comunhão desse novo momento. Na procissão de entrada, a toalha da textura simbolizava a comunhão e a diversidades, acompanhada de símbolos típicos das três regiões: a cuia gaúcha, os candangos de Brasília, a canoa amazonense. A celebração foi presidida por Dom Alessandro Ruffinoni, bispo da Arquidiocese de Caxias do Sul, e co-celebrada por Dom Roque Paloschi, Bispo nomeado de Porto Velho. Ao acolher os presentes, Dom Alessandro lembrou a importante missão de educar que marca o carisma marista e mencionou as palavras do Papa Francisco, que clama por uma igreja missionária, que esteja nas periferias e vá ao encontro do coração dos jovens.

O Superior-Geral do Instituto Marista, Irmão Emili Turú, conduziu o ato de instalação da nova Província e a posse do Provincial. Ao ler a carta que encaminhou aos Irmãos durante a sondagem para a unificação, decretou: “A partir desse momento, não existe mais a Província Marista do Rio Grande do Sul e o Distrito Marista da Amazônia. É tempo de darmos boas-vindas à Província Marista Brasil Sul-Amazônia".

Para marcar ambos momentos, entregou dois ícones ao Ir. Inacio. O primeiro, ícone da Ascenção do Senhor (foto), foi pintado à mão na Romênia e simboliza o desafio de unir realidades tão distintas em comunhão. Entregou também a imagem do Sagrado Coração de Jesus, uma réplica da que foi trazida pelos primeiros Irmãos em sua chegada ao Sul do Brasil.

Desafios do presente com olhos no futuro

Muito emocionado, Irmão Inacio Etges, após ser reconduzido ao cargo, afirmou que “é hora de quebrar fronteiras e barreiras geográficas, de olhar o horizonte, agora mais amplo, e admirar o amanhecer de uma nova aurora". Com pés no presente, ele convidou a todos a admirar o passado e olhar o futuro com esperança. Um futuro que exige coragem, disponibilidade, abertura, escuta e um olhar atento. “É tempo de fidelidade a Deus e ao sonho de Champagnat", disse.

Trouxe, também, a simbologia de três ícones para este importante momento da Rede Marista. A confluência dos Rios, que representa a unidade na diversidade e a confluência da missão; a Rosa de Jericó, ou Rosa da Ressurreição, fazendo referência à perenidade e constante renovação da vida e do carisma; e a Pedra de l'Hermitage, que traz a força da sustentação e unidade em torno de um mesmo projeto.

“O futuro está em nossas mãos. Depende de nossas escolhas, nosso discernimento e de deixarmos claro sob qual pedra queremos construir nosso caminho", finalizou.

​