Navegar para Cima

Notícias

Brasil Marista unido em prol dos indígenas da Amazônia

O Brasil Marista está unido pela campanha Povos indígenas do Vale Javari – Unidos pela saúde, pela vida.
20/08/2011
Institucional
O Brasil Marista está unido pela campanha Povos indígenas do Vale Javari – Unidos pela saúde, pela vida.

​O Brasil Marista está unido pela campanha Povos indígenas do Vale Javari – Unidos pela saúde, pela vida. A campanha é uma iniciativa da união dos povos indígenas do Vale do Javari (Unijava), no oeste do Estado do Amazonas, e de outras organizações indígenas da região, com o objetivo de mobilizar a sociedade na busca de apoio à saúde dos indígenas.

No Encontro Nacional dos Jovens Irmãos, que aconteceu em julho de 2012, foi abordada a conjuntura da vida religiosa e missão dos Irmãos Maristas na Amazônia. O Superior do Distrito Marista da Amazônia (DMA), Ir. João Gutemberg, apresentou o trabalho desenvolvido na localidade. Diante da realidade exposta, os Jovens Irmãos do Brasil Marista, juntamente com os Irmãos do DMA, se comprometeram em apoiar a campanha. 

Como participar

Um abaixo-assinado passará nas unidades da Rede Marista para que a comunidade educativa possa contribuir com essa iniciativa. O único requisito para participar é ser portador de RG (Registro Geral).

Cada unidade é convidada a fazer o download do abaixo-assinado, coletar o maior número possível de assinaturas e enviar para a Sede Provincial até o dia 31/8. Após, todos os documentos serão encaminhados ao Conselho Indigenista Missionário, que levará às instâncias governamentais.        

A missão Marista na Amazônia

Os primeiros Irmãos Maristas chegaram na região amazônica há mais de quatro décadas, com a finalidade de promover a educação de qualidade. O DMA foi criado em julho de 2002 e, atualmente, conta com sete Comunidades de Irmãos Maristas, localizadas nos estados de Amazonas, Roraima, Acre e Rondônia.

A missão marista na região é diversificada, com grande atuação nas pastorais da juventude, catequese e animação vocacional. A educação escolar é uma das prioridades, e Irmãos trabalham em escolas ou universidades públicas ou conveniadas com o governo e as dioceses.